[1]
M. M. Almeida e C. R. F. Vasconcelos, “PROVÁVEIS IMPACTOS DE UM ACORDO PREFERENCIAL DE COMÉRCIO ENTRE O MERCOSUL E A UE PARA OS PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS BRASILEIROS”, RBERU, vol. 10, nº 2, p. 217-233, dez. 2016.