ANÁLISE DA INTEGRAÇÃO DO BRASIL- UNIÃO EUROPEIA-BRICS ATRAVÉS DE UM MODELO DE EQUILÍBRIO GERAL

Autores

  • Jaqueline Castegnaro Schunke UNISINOS
  • André Filipe Zago de Azevedo Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Resumo

Este artigo tem como objetivo avaliar os impactos da integração econômica entre Brasil e União Europeia e Brasil e BRICS sobre os setores da economia agregados por intensidade tecnológica, com destaque para o setor de tabaco e bebidas, no período de 1991-2011. Para a análise, utilizou-se o modelo de equilíbrio geral computável, baseado nos dados da versão 6 do Global Trade Analysis Project (GTAP). Os resultados demonstraram que ambos os cenários apresentam resultados similares, gerando um aumento da produção e das exportações dos produtos primários do Brasil, resultando em uma melhoria dos termos de troca e um aumento de bem-estar do País, mas proporcionando uma redução da produção dos produtos com maior intensidade tecnológica. No setor de tabaco e bebidas, há um aumento da exportação em ambos os cenários, com destaque para os BRICS, que só ficaram atrás do desempenho dos produtos primários e de média-alta intensidade tecnológica. Esse resultado é similar ao encontrado por outros estudos, que também identificaram um aumento expressivo das exportações brasileiras de tabaco e bebidas para os países do BRICS, a partir de um processo de integração entre eles.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Filipe Zago de Azevedo, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Professor do PPG em Economia da UNISINOS e pesquisador PQ CNPq

Downloads

Publicado

2016-09-16

Como Citar

SCHUNKE, J. C.; AZEVEDO, A. F. Z. de. ANÁLISE DA INTEGRAÇÃO DO BRASIL- UNIÃO EUROPEIA-BRICS ATRAVÉS DE UM MODELO DE EQUILÍBRIO GERAL. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 1–20, 2016. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/148. Acesso em: 26 set. 2022.
Share |