INTEGRAÇÃO ESPACIAL DOS MERCADOS EXPORTADORES DE CASTANHA DE CAJU ENTRE OS ESTADOS DO CEARÁ E RIO GRANDE DO NORTE NO PERÍODO 1997-2015

Autores

  • Rayanne Gomes dos Santos Universidade Regional do Cariri (URCA).
  • Eliane Pinheiro de Sousa Universidade Regional do Cariri (URCA). http://orcid.org/0000-0003-4088-0754

Resumo

Este artigo busca avaliar o processo de integração espacial entre os mercados brasileiros exportadores de castanha de caju, representado pelos mercados do Ceará e do Rio Grande do Norte. Para tal, empregaram-se métodos analíticos de econometria de séries temporais, considerando o período de 1997 a 2015. Os resultados apontam que alterações de preços, no longo prazo, ocorridas no Ceará são quase totalmente repassadas para o mercado do Rio Grande do Norte. Entretanto, não se pode afirmar que tais mercados são perfeitamente integrados, já que a hipótese de perfeita integração entre os mercados foi rejeitada quando foram impostas restrições ao coeficiente de relacionamento de longo prazo. Portanto, a Lei do Preço Único não foi totalmente verificada nesses mercados de castanha de caju.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rayanne Gomes dos Santos, Universidade Regional do Cariri (URCA).

Economista pela Universidade Regional do Cariri (URCA).

Eliane Pinheiro de Sousa, Universidade Regional do Cariri (URCA).

Pós-Doutora em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP) e Professora Adjunta da Universidade Regional do Cariri (URCA).

Downloads

Publicado

2017-03-30

Como Citar

SANTOS, R. G. dos; SOUSA, E. P. de. INTEGRAÇÃO ESPACIAL DOS MERCADOS EXPORTADORES DE CASTANHA DE CAJU ENTRE OS ESTADOS DO CEARÁ E RIO GRANDE DO NORTE NO PERÍODO 1997-2015. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 11, n. 1, p. 62–77, 2017. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/174. Acesso em: 1 out. 2022.
Share |