DETERMINANTES DOS DIFERENCIAIS DE RENDIMENTOS DO TRABALHO: UMA ABORDAGEM HIERÁRQUICA PARA OS ESTADOS BRASILEIROS

Autores

  • Luzia Maria Cavalcante de Melo Doutoranda em economia pelo CEDEPLAR-UFMG

Resumo

Diferenças nos rendimentos podem ser determinadas tanto pelo lado
da oferta quanto pelo lado da demanda por trabalhadores. Pelo lado da oferta, trabalhadores com características diferenciadas auferem rendimentos diferenciados. Pelo lado da demanda, as diferenças na estrutura de mercado de trabalho local podem se refletir em ganhos salariais diferenciados, mesmo para trabalhadores com características
semelhantes. Esse trabalho tem como objetivo identificar variáveis determinantes do diferencial de rendimentos do trabalho no Brasil. Como os rendimentos são influenciados tanto por características individuais como por características do local onde o trabalhador está inserido, optou-se por utilizar a metodologia de modelos hierárquicos, que permite incorporar, no mesmo modelo, variáveis medidas em níveis diferentes. A despeito de dificuldades relacionadas ao tamanho da amostra e ao recorte espacial dado no trabalho, os resultados mostram que tanto as características
individuais, como as economias de aglomeração possuem efeitos sobre o diferencial de rendimentos entre as Unidades da Federação do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-02-06

Como Citar

MELO, L. M. C. de. DETERMINANTES DOS DIFERENCIAIS DE RENDIMENTOS DO TRABALHO: UMA ABORDAGEM HIERÁRQUICA PARA OS ESTADOS BRASILEIROS. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 3, n. 1, 2015. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/28. Acesso em: 29 set. 2022.
Share |