CAPITAL FÍSICO, CAPITAL NATURAL E CAPITAL HUMANO EM MUNICÍPIOS PAULISTAS DE DIFERENTES GRUPOS DE RENDA

Autores

  • Elaine Mendonça Bernardes Eng. Agrônomo, M.Sc. e D.Sc. em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ/USP)
  • Luis Alberto Ambrosio Eng. Agrônomo, M.Sc. e D.Sc. em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ/USP).

Resumo

Fatores explicativos de três estoques de capitais (físico, humano e natural) foram obtidos para municípios paulistas, classificados em dois grupos de renda. O propósito foi verificar a existência de diferenças na constituição dos fatores entre os grupos de renda. Utilizouse o método de análise fatorial por componentes principais. Resultados mostraram diferenças na composição dos fatores explicativos desses estoques entre os grupos. Apenas nos fatores de capital natural as variáveis originais entraram com os mesmos sinais, em ambos os grupos. Variáveis de consumo de energia surgiram em fatores de capital físico separados e diferentes. Para capital humano, a maior parte da variância dos dados foi explicada por fatores com praticamente as mesmas
variáveis nos grupos, porém com relação oposta quanto aos profissionais de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-02-06

Como Citar

BERNARDES, E. M.; AMBROSIO, L. A. CAPITAL FÍSICO, CAPITAL NATURAL E CAPITAL HUMANO EM MUNICÍPIOS PAULISTAS DE DIFERENTES GRUPOS DE RENDA. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 3, n. 2, 2015. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/33. Acesso em: 29 set. 2022.
Share |