Crise Econômica Brasileira e Ajuste da Ocupação: Uma Análise para Diferentes Grupos de Trabalhadores entre 2012 e 2017

Autores

  • Davi Winder Catelan Universidade Federal do Paraná
  • Marina Silva da Cunha Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v14i4.666

Palavras-chave:

Mercado de trabalho, Crise econômica brasileira, Decomposição de Shapley

Resumo

O objetivo deste artigo é verificar os efeitos imediatos da crise econômica brasileira sobre o nível de ocupação de diferentes grupos de trabalhadores para o Brasil e as unidades federativas e identificar os fatores explicativos das diferenças dos grupos no ajuste ocupacional. Para tanto, é aplicada a decomposição de Shapley, utilizando os microdados da PNADC para o período 2012–2017. Em função da crise econômica, os grupos de homens, menos escolarizados, adultos e não brancos sofreram as maiores perdas relativas de ocupação em relação aos grupos de mulheres, mais escolarizados, jovens e não brancos. As maiores reduções nas ocupações dos trabalhadores homens e adultos foram explicadas, sobretudo, pelos altos níveis de emprego pré-crise desses indivíduos e, no caso dos homens, por sua maior representatividade na indústria. Já os menos escolarizados e os não brancos foram, comparativamente, mais afetados devido à redução mais expressiva no nível de ocupação setorial desses trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Davi Winder Catelan, Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná

Marina Silva da Cunha, Universidade Estadual de Maringá

Universidade Estadual de Maringá

Downloads

Publicado

2020-10-21

Como Citar

CATELAN, D. W.; CUNHA, M. S. da . Crise Econômica Brasileira e Ajuste da Ocupação: Uma Análise para Diferentes Grupos de Trabalhadores entre 2012 e 2017. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 14, n. 4, p. 601–628, 2020. DOI: 10.54766/rberu.v14i4.666. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/666. Acesso em: 1 out. 2022.
Share |