Análise de Sobrevivência dos Infectados pela COVID-19 no Estado do Rio Grande do Norte

Autores

  • Gabriella da Silva Cavalcanti Mestre em Economia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v15i1.715

Palavras-chave:

COVID-19, Pandemia, Análise de sobrevivência

Resumo

O presente estudo tem por objetivo investigar os determinantes da probabilidade e do tempo de sobrevivência dos infectados pelo novo coronavírus no estado do Rio Grande do Norte. Para tanto, foram utilizados os microdados oficiais de notificações de COVID-19 disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP-RN) para estimar a função de sobrevivência, a partir do método de Kaplan-Meier (1958) e do modelo de risco de Cox (1972). Uma coorte de 13.738 casos confirmados de COVID-19 no estado entre as datas de 09/03/2020 a 12/06/2020 foi analisada. Os resultados apontaram uma queda na probabilidade de sobrevivência do infectado com o passar do tempo e que a idade, a preexistência de comorbidades como hipertensão arterial sistêmica, obesidade e doenças renais crônicas, a Região de Saúde e o bairro de residência influenciam a probabilidade de sobrevivência dos infectados pela COVID-19 no Rio Grande do Norte, corroborando com as evidências internacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriella da Silva Cavalcanti, Mestre em Economia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil

Mestre em Economia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Downloads

Publicado

2021-10-21

Como Citar

CAVALCANTI, G. da S. . Análise de Sobrevivência dos Infectados pela COVID-19 no Estado do Rio Grande do Norte. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 156–182, 2021. DOI: 10.54766/rberu.v15i1.715. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/715. Acesso em: 29 set. 2022.
Share |