UM MODELO DINÂMICO PARA A ATIVIDADE INDUSTRIAL E SUAS REPERCUSSÕES INTER/INTRARREGIONAIS E INTERNACIONAIS

Autores

  • Elano Ferreira Arruda Universidade Federal do Ceará
  • Roberto Tatiwa Ferreira Universidade Federal do Ceará
  • Pablo Urano de Carvalho Castelar Universidade Federal do Ceará

Resumo

O presente artigo analisa a relação dinâmica da atividade industrial entre as regiões brasileiras e destas com o estado do Ceará, considerando a possibilidade de repercussões inter/intrarregionais e internacionais. Para isso, dados dos estados brasileiros, agregados em regiões, da economia brasileira e dos principais parceiros comerciais internacionais foram utilizados na estimação de um modelo multivariado dinâmico. Os resultados indicam que a região Sudeste apresenta as maiores e mais persistentes repercussões sobre as demais regiões, que um aumento na atividade industrial dos principais parceiros comerciais apresenta efeitos positivos no crescimento das exportações regionais do Brasil e que o efeito do crescimento das exportações na dinâmica industrial depende da natureza do setor exportador. Por fim, o estado do Ceará se mostrou mais afetado por choques no Sudeste e Sul brasileiros do que pelo Nordeste.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elano Ferreira Arruda, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Economia. Professor do Departamento de Economia Aplicada e Pesquisador do Programa de Pós Graduação em Economia CAEN/UFC

Roberto Tatiwa Ferreira, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Economia. Professor do Departamento de Economia Aplicada e do Programa de Pós Graduação em Economia CAEN/UFC.

Pablo Urano de Carvalho Castelar, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Economia. Professor do Curso de Finanças da UFC.

Downloads

Publicado

2016-09-16

Como Citar

ARRUDA, E. F.; FERREIRA, R. T.; CASTELAR, P. U. de C. UM MODELO DINÂMICO PARA A ATIVIDADE INDUSTRIAL E SUAS REPERCUSSÕES INTER/INTRARREGIONAIS E INTERNACIONAIS. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 99–126, 2016. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/140. Acesso em: 26 set. 2022.
Share |