MIGRAÇÕES INTERESTADUAIS: UMA APLICAÇÃO DO MODELO GRAVITACIONAL PARA OS ESTADOS BRASILEIROS

Main Article Content

William Barbosa
Édivo de Almeira Oliveira
Clailton Ataídes de Freitas
Paulo Ricardo Feistel

Resumo

O presente estudo tem por objetivo analisar a relação entre migração e as variáveis relacionadas aos fatores de atração/repulsão (renda média, média de anos de estudo da população, acesso à energia elétrica e à água encanada, violência, distribuição de renda e saúde) tanto na região de origem, quanto na de destino, no período de 2005 a 2014, para as Unidades da Federação (UF). Para cumprir esse objetivo, aplicou-se um modelo gravitacional com a metodologia de dados em painel. Como principais resultados tem-se que o rendimento médio recebido pelos indivíduos em uma determinada região é de fato um fator que influencia na sua decisão de migração. Além desse, outros fatores socioeconômicos (violência, concentração de renda e acesso à eletricidade), que recebem apoio no aporte da teoria institucional de migração, são capazes de influenciar nessa decisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
BARBOSA, W.; OLIVEIRA, ÉDIVO DE A.; DE FREITAS, C. A.; FEISTEL, P. R. MIGRAÇÕES INTERESTADUAIS: UMA APLICAÇÃO DO MODELO GRAVITACIONAL PARA OS ESTADOS BRASILEIROS. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 10, n. 2, p. 156-176, 16 dez. 2016.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

William Barbosa, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento - PPGE&D/UFSM

Édivo de Almeira Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento - PPGE&D/UFSM

Clailton Ataídes de Freitas, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Professor Dr. do Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento - PPGE&D/UFSM

Paulo Ricardo Feistel, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Professor Dr. do Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento - PPGE&D/UFSM