UM ESTUDO DA CONVERGÊNCIA DE RENDA PER CAPITA ENTRE OS MUNICÍPIOS CATARINENSES

Julio Cesar Araujo Silva Junior, Marina Bellei, Ismael Cittadin, Gabrielito Rauter Menezes

Resumo


O estudo sobre a convergência de renda já é consolidado na literatura internacional. Em nível nacional, diversos são os estudos que investigam o comportamento da evolução da renda dos municípios e dos estados em diferentes regiões. Essas investigações são importantes para fornecer informações aos policy makers, que podem desenvolver estratégias para promover crescimento e desenvolvimento econômico das regiões em questão. Dentro desse contexto, os municípios do estado de Santa Catarina nunca foram investigados isoladamente sob a ótica da convergência, mesmo o estado apresentando elevadas taxas relativas de crescimento quando comparado com os demais. Neste trabalho, o objetivo é testar a hipótese de convergência de renda per capita entre os municípios catarinenses para o período de 2000 e 2010. Para tanto, adotamos uma estratégia composta por dois diferentes métodos, as regressões quantílicas e o método não paramétrico B-splines. De modo geral, os resultados indicaram convergência absoluta de renda. A análise da regressão não paramétrica sugeriu que, além da convergência absoluta, existem clubes de convergência entre os municípios catarinenses, apontando diferentes trajetórias entre grupos (quantis).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN (impresso): 1981-3953

ISSN (eletrônico): 2447-7990


A Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos (RBERU) encontra-se em processo de ajuste para atender todos os requisitos da Scielo para indexação.

 

Indexadores & Repositórios:

         

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia