INTERDEPENDÊNCIA ECONÔMICA E TRANSBORDAMENTO DO EFEITO MULTIPLICADOR DE PRODUÇÃO NO SISTEMA INTER-REGIONAL SUL-RESTANTE DO BRASIL

Main Article Content

Umberto Antonio Sesso Filho
Antonio Carlos Moretto
Rossana Lott Rodrigues
Andrew Shigueo Shimada
Paulo Vítor Missaka
Joaquim José Martins Guilhoto

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar as relações sinérgicas entre os estados do Sul e Restante do Brasil e o transbordamento do efeito multiplicador de produção, considerando a matriz de insumo-produto inter-regional dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e do Restante do Brasil para o ano de 2004. Concluiu-se que os estados da Região Sul apresentaram maior interação econômica com o Restante do Brasil do que entre eles, tendo o Paraná 45,5% de sua produção dependente das relações com o restante da economia do país. Os setores-chave, considerando os valores absolutos do multiplicador de produção, foram: Indústria automobilística, Alimentos e bebidas, Artefatos de couro e calçados e Produtos químicos. Os maiores valores de transbordamento para o Paraná foram calculados para os setores Artigos do vestuário e acessórios, Eletrodomésticos e Automóveis, camionetas e utilitários, enquanto para Santa Catarina se destacaram os setores Refino de petróleo e coque, Tintas, vernizes, esmaltes e lacas e Eletrodomésticos. O Rio Grande do Sul teve nos setores Produtos do fumo, Refino de petróleo e coque e Produtos químicos os maiores valores do transbordamento. Todos os setores citados, com valores de transbordamento do multiplicador de produção entre 30% e 40%, são atividades industriais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
SESSO FILHO, U. A.; MORETTO, A. C.; RODRIGUES, R. L.; SHIMADA, A. S.; MISSAKA, P. V.; GUILHOTO, J. J. M. INTERDEPENDÊNCIA ECONÔMICA E TRANSBORDAMENTO DO EFEITO MULTIPLICADOR DE PRODUÇÃO NO SISTEMA INTER-REGIONAL SUL-RESTANTE DO BRASIL. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 7, n. 2, p. 1-18, 8 out. 2015.
Seção
Artigos