Evolução das aglomerações produtivas da indústria de alimentos e bebidas na região Sul

Autores

  • Pietro André Telatin Paschoalino Universidade Estadual de Maringá (UEM).
  • José Luiz Parré Universidade Estadual de Maringá (UEM).
  • Marcos Aurelio Rodrigues Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

Palavras-chave:

Índice de concentração, Análise espacial, Spillovers

Resumo

Diversas mudanças ocorreram no setor de alimentos e bebidas durante a década de 1990, podendo impactar sobre suas aglomerações. O objetivo do presente estudo é identificar a evolução das aglomerações produtivas na indústria de alimentos e bebidas na Região Sul, nos anos 1999, 2005, 2010 e 2015. Para tal, utilizou-se a Análise de Componentes Principais para construção do índice de concentração normalizado e a Análise Exploratória de Dados Espaciais para visualização dos agrupamentos. No período de análise, Rio Grande do Sul e Santa Catarina apresentaram perda de aglomerações no setor, enquanto Paraná apresentou surgimento e transbordamento de aglomerações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pietro André Telatin Paschoalino, Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Doutorando em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).

José Luiz Parré, Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Doutorado em Economia Aplicada (Esalq/USP). Professor Titular do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Maringá.

Marcos Aurelio Rodrigues, Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

Doutorado em Ciências (Economia Aplicada) pela Universidade de São Paulo, Brasil(2015)

Downloads

Publicado

2019-06-12

Como Citar

PASCHOALINO, P. A. T.; PARRÉ, J. L.; RODRIGUES, M. A. Evolução das aglomerações produtivas da indústria de alimentos e bebidas na região Sul. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 119–140, 2019. Disponível em: https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/445. Acesso em: 1 out. 2022.
Share |